O que é Conceitualização Cognitiva?

Você já ouviu falar dessa ferramenta importante para a psicoterapia? Vem comigo que te explico.


De modo geral, a Conceitualização Cognitiva é uma ferramenta imprescindível na terapia. 


Ela funciona como um mapa que ajuda a compreender os problemas ou as queixas atuais do paciente. 


Descobrindo assim como são os processos internos e externos, que revelam qual é o modelo cognitivo construído ao longo da vida. 


Geralmente é usada durante as sessões iniciais, de maneira colaborativa entre paciente e terapeuta, e ao longo de todo processo psicoterapêutico. 


Levanta-se daí diagnóstico prévio, estressores ambientais, predisposição genética compreendendo as situações da vida precipitantes e perpetuadoras das estruturas afetivo-emocionais e comportamentais formadas.

 

Dados da Infância e Adolescência

 

Em uma das fases da Conceitualização abarca-se também dados da infância e da adolescência (0 aos 16 anos). 


Afinal como nosso temperamento foi "educado" pelas nossas figuras afetivas define muito de como aprendemos a lidar com as nossas próprias emoções e a nos comportar.

 

Baixe AQUI gratuitamente o Guia de Conceitualização Cognitiva 

 

Formamos então, as nossas interpretações das experiências e nossas expressões comportamentais, adaptativas ou disfuncionais.


Consolidamos nossos pensamentos automáticos, crenças intermediárias, crenças centrais e com isso nossa personalidade. 


Ao usar a Conceitualização Cognitiva, o psicólogo ou psicóloga irá promover intervenções eficazes da maneira mais eficiente para o tratamento acessando tudo o que consolidamos.


A Conceitualização Cognitiva é o fio condutor para que as intervenções ajudem o paciente o mais pontualmente possível na superação dos seus problemas.

 

MÓDULO CONCEITUALIZAÇÃO COGNITIVA

 

Temos um módulo exclusivo sobre Conceitualização Cognitiva com a professora Priscila Palma. Quer fazer parte? Acesse o link AQUI e garanta a sua vaga.