Almofada Terapêutica: Sentimentos perturbadores

Almofada Terapêutica: Sentimentos perturbadores

Preço normal
R$ 200,00
Preço promocional
R$ 200,00
Frete calculado no checkout.

Componentes:

Almofada em feltro (40 cm x 40cm) com enchimento de fibras poliéster siliconadas. 

Palavras escritas (com caneta para tecido) em feltro: medo, inveja, culpa, tristeza, perfeccionismo, passividade, preocupação, raiva, timidez, ciúme, ansiedade e vergonha.

Jogo bola no alvo em feltro: 01 bolinha em feltro, com velcro. Alvo com velcro.

 

Idade recomendada: Acima de 7 anos.

 

Apresentação:

As Almofadas Terapêuticas foram criadas como recursos lúdicos projetivos de apoio à psicoterapia. Especialmente elaboradas para auxiliar no processo de autoconhecimento e psicoeducação. Visam facilitar o trabalho de demandas emocionas e relacionais dos pacientes.

A escolha de almofadas cm base para esse trabalho ocorreu devido à representação simbólica explícita no objeto almofada. É um convite ao descanso, repouso e entrada para o universo inconsciente... As cores e o feltro nos levam ao encontro com o nosso lado lúdico, leve e com imensa sabedoria...

 

Objetivo:

Facilitar o trabalho de sentimentos perturbadores, suas consequências e relações com a história de vida do paciente de forma lúdica e eficaz. 

 

Sugestões de utilização:

Recursos lúdicos são materiais de apoio ao atendimento clínico. Não são testes! Cada tipo de instrumento oferece atributos positivos e limitações que cabem ao psicólogo analisar e avaliar quanto à utilização  ou não dos mesmos. 

  • Utilização individual

Apresentação do material ao paciente, esclarecimento sobre a necessidade de se trabalhar sentimentos, situações e pessoas que nos incomodam. 

Pedir ao paciente que escolha um sentimento perturbador.

Colocar o sentimento colado na frente da almofada. 

Pedir para o paciente quantificar (de zero a dez) na escala de desconforto (Escala SUD), movendo o cursor da régua/escala.

Perguntar como paciente se sente, por qual razão escolheu aquele número. 

Buscar situações onde esse sentimento começou a perturbar.

A partir daí, o desenvolvimento e aprofundamento do trabalho dependerá muito da atuação do psicólogo, que deverá estimular a fala livre, as associações, a identificação de mandatos sociais e relacioná-los com a história de vida do paciente.

Para psicólogos com formação em hipnose, pode-se começar quantificando o sentimento perturbador e depois adequar indução hipnótica sob medida para trabalhar o sentimento, ou situação que traz sofrimento. 

O verso da almofada é um jogo de acertar o alvo. Pode ser aproveitado como símbolo do que se deseja trabalhar e "acertar". de quanto somos objetivos ou não em conseguir realizar nossos sonhos, metas, etc.

  • Utilização em Grupo

Apresentação do material ao grupo. 

O psicólogo deverá eleger qual sentimento irá trabalhar com o grupo. 

Colocará a palavra na frente da almofada.

Conversará de forma informal sobre o sentimento escolhido, suas formas de manifestação, etc, sempre esclarecendo dúvidas e dando exemplos. 

Cada um, no seu tempo, falará livremente sobre o tema e escreverá em um papel o número de seu desconforto (de zero a dez).

O grupo verbalizará sobre as diferenças de vivência de cada um com o sentimento em questão.

Pode ser feito ao final, relaxamento/visualização buscando harmonizar e integrar os conteúdos.

 

Informações adicionais:

O psicólogo poderá acrescentar ao trabalho, além de verbalização, a produção de desenhos, esculturas e colagens. A produção gráfica adicional aprofundará o trabalho cognitivo de descrição e verbalização das atitudes referentes à autoestima.

Em caso de dano nas almofadas (descolamento do velcro), recomendamos uso de adesivo universal para artesanato (Pegamil).